O SUL É MEU PAÍS

Acredito que vocês já saibam, mas é crescente o número de comunidades de startups em todo país. O curioso são os nomes para denominar cada uma delas. Rapadura, Manguezal, Brasília, Colmeia0, San Pedro Valley, Cariocas, ZeroOnze, Red Foot, Capi Valley, Startup SC...enfim, esses são só alguns exemplos para ilustrar esse cenário.

Em linhas gerais, a proposta dessas comunidades é reunir empreendedores, entusiastas, investidores, aceleradoras e agentes que compõem esses hubs de inovação. Por meio da atuação ativa neles, as startups ganham força e voz na economia brasileira, além de gerar apoios e conexões mútuas entre os participantes.

Uma das maiores e mais unidas comunidades é a da região sul do país. Segundo dados da Associação Brasileira de Startups (Abstartups), Santa Catarina tem 20% das startups brasileira, ficando atrás apenas de São Paulo, que tem 28,5%. Dentre as dez principais cidades com maior concentração de iniciativas dentro do ecossistema estão: Florianópolis, Joinville e Blumenau.

Além das duas últimas citadas acima, podemos incluir nos destaques da região sul a cidade de Jaraguá do Sul. Elas abrigam a primeira aceleradora de startups do Norte Catarinense e a primeira aceleradora de startup-indústria do Brasil, a Spin. A aceleradora ganha corpo no mercado porque há uma forte demanda na indústria 4.0, onde a maior parte dos players é grande e renomado, mas ainda precisa ganhar velocidade e se ajustar às novas tecnologias.

Quer mais dados que mostram a força do Sul no ecossistema de startups?! Bóra com eles então. Ainda segundo a Abstartups, as comunidades de Gramado e Rio Grande do Sul, que englobam Caxias do Sul, Porto Alegre, Pelotas, Santa Maria e Vale do Taquari, têm crescimento exponencial nos últimos anos, impactando positivamente a economia local.

Você faz parte dessa força?! Conta aqui para a gente um pouco mais sobre sua startup ;)

Acesse as principais
Técnicas empreendedoras

Feito com  em Gramado
2019 ©Todos os direitos reservados